Quinta de Mosteirô

Os nossos vinhos

Os nossos vinhos

Na QUINTA DE MOSTEIRÔ desenvolvemos um trabalho contínuo de EXPERIMENTAÇÃO com CASTAS NOBRES da Região do DOURO no sentido de ir ao encontro do gosto do CONSUMIDOR que aprecia VINHOS ESPECIAIS

Pé Posto Tinto 2009 Grande Reserva

Douro DOC

Ano: 2009
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Tinta Amarela, Tinto Cão, Sousão
Quantidade Produzida: 4500 litros
Ficha Técnica: descarregar pdf

Prémios

Tinto 2004 Touriga Nacional Franca

Douro DOC

Ano: 2004
Castas: Touriga Nacional, Touriga Franca
Quantidade Produzida: 4500 litros
Ficha Técnica: descarregar pdf

Prémios

WinePassion-TNF2004

Tinto 2000 Reserva

Douro DOC

Ano: 2000
Castas: Tinta Barroca, Tinta Roriz, Touriga Franca, Touriga Nacional
Quantidade Produzida: 10000 litros
Ficha Técnica: descarregar pdf

Prémios

WinePassion-QdM_Reserva_2004

Em todas as nossas vinhas a possibilidade de seleccionar as quantidades exactas de uvas de cada talhão permite-nos uma escolha criteriosa dos lotes finais. As uvas provêem exclusivamente das nossas vinhas, cuidadosamente cultivadas e meticulosamente escolhidas. A vinificação e o armazenamento dos nossos vinhos são feitos, na sua maioria, por casta. Desta forma, temos a possibilidade de acompanhar a evolução dos vários lotes e, através de uma análise criteriosa, fazer uma selecção rigorosa daqueles que poderão vir a ser os vinhos eleitos como monocasta ou lotes especiais.

Decorridos estes procedimentos (e quando chega o tempo adequado para cada vinho) são preparados os lotes finais. Após a aprovação do Instituto de Vinhos do Douro e Porto (a instituição que actualmente regula a produção de vinhos na Região Demarcado do Douro) o vinho inicia então o estágio do em garrafa. O vinho branco é colocado no mercado no mínimo 4 meses depois de engarrafado. No caso dos vinhos tintos o estágio em garrafa pode durar de 6 meses a vários anos (dependendo do vinho).

No nosso entender, o grande potencial dos vinhos do Douro (e principalmente aqueles provenientes de castas autóctones) não é imediatamente revelado pelo que, apesar de ser um investimento de risco, apostamos em vinhos com alguma idade atrasando a sua entrada no mercado. Esta é a filosofia do mentor dos vinhos Quinta de Mosteirô, Manuel Coutinho, quem, desde a sua criação optou por estágios longos de forma a obter vinhos equilibrados, harmoniosos e elegantes. O nosso objectivo é continuar a fazer vinhos frutados e encorpados, com final de boca cheio, mas sem taninos agressivos, ou excessos de madeira e alcóol.

Quinta de Mosteirô – Vinhos com História.